sexta-feira, 10 de junho de 2011

O benefício dos problemas

Gostaria muito que o Bispo Macedo recebesse este e-mail. Porque, cada dia que passa, por mais que todos os meus familiares falem o contrário, eu creio e vejo a direção do Espírito Santo sobre a igreja Universal e dou graças a Deus por manter-me nela.

Eu nasci na IURD, aos meus 4 anos meu pai já era evangelista (pastor). Na obra de Deus passamos por estados muito pobres no nordeste brasileiro, e em momentos de muita privação, eu aprendi a temer a Deus. Por mais que eu visse a dificuldade que meu pai sofria e a preocupaçao da minha mãe, quando nós não tínhamos nada em casa pra comer, ainda em situações extremamente difíceis, eu vi os meus pais sempre entregues ao serviço, mais preocupados com o que estavam dando do que com o que estava faltando...

Apesar de não serem perfeitos, eu vi um bom exemplo neles, e isso despertava em mim o desejo de ser como eles, e esse desejo levou-me a batizar-me nas águas e ser uma jovem separada do mundo. Porém, chegou na minha vida, graças a Deus, o dia em que eu me vi perdida. Neste momento eu me dei conta que, mesmo estando dentro da igreja, eu estava longe do Espírito Santo. Ter aparência de convertida e não fazer nada de muito errado, não era o suficiente pra me salvar. Eu tinha vontade de morrer e foi numa dessas noites de depressão que eu me dei conta de que não conhecia a Deus de fato.

Então, comecei uma busca incessante. Em casa, na escola, na igreja, a todo momento na minha mente só havia o desejo de receber o Espírito Santo, de conhecer a Deus de verdade, eu lia a Bíblia nos intervalos das aulas, e nem me importava com as piadas dos meus colegas. Eu saia da escola com o meu radinho de ouvido ligado na mensagem do bispo Macedo, que passava ao meio-dia, e eu ia caminhando pela rua orando junto com ele. Cada mensagem fortalecia a minha busca, parecia que para mim o dia nunca chegava, cada domingo e quarta-feira eu buscava com o coração sedento, até que chegou o dia... e que dia!

A partir do momento em que fui batizada com o Espírito Santo, eu já não caminhava com os pés dos meus pais, eu respeitava como sempre a palavra deles, porém, a minha fé me guiava e o Espírito Santo era quem me orientava no caminho. Eu tive a certeza de que Ele havia me escolhido para servi-Lo, e a minha fé foi amadurecendo com o tempo.

Bispo, eu senti vontade de escrever o meu testemunho pra dizer que o Espírito Santo é realmente a Pessoa fundamental na vida dos que querem ser salvos, digo isso porque hoje eu sei que é impossível manter-se salvo sem Ele.

Hoje eu sirvo a Deus com o meu marido, que é pastor aqui na Argentina, não com objetivos pessoais, não penso em ter mordomia, porque eu sei qual é o fim daqueles que desviam-se do objetivo. Digo isso porque hoje todos os meus familiares - meus pais, minha irmã - que antes estavam na IURD, fazendo a obra no altar, já não estão mais. Minha irmã, que também era esposa de pastor, quis deixar a obra, e meu cunhado, por não ter Deus em primeiro lugar na sua vida, escolheu segui-la.

E o mais curioso é que tudo isso aconteceu quando todos eles estavam sentindo-se estáveis, quero dizer, não foi durante os momentos mais difíceis que eles retiraram os olhos de Jesus, mas foi quando tudo estava bem.

Por isso, dou glória a Deus pelas dificuldades que passo hoje com o meu marido, numa igreja pequenininha. Porque estamos construindo com alicerces sólidos, e sei que o perigo não está nessas dificuldades que enfrentamos, mas na falta delas!

Muito obrigada pela sua atenção.

Saudações Bispo Julio,

Daniela S. Freitas

Se você foi tocado, então envie seu donativo para:
Igreja Universal do Reino de Deus

Banco do Brasil
Agência 3221-2
Conta 1257-2

OU

Banco Bradesco
Agência 3396-0
Conta 0240-2

Um pedido:
Quando fizer seu depósito bancário, coloque o recibo em um envelope e entregue na IURD mais próxima de você.

Ou então, envie para o seguinte endereço: Rua Missionários, 139 - Jardim Caravelas - CEP: 04729-000
Esse recibo é importante para acusar o recebimento do seu donativo.

Seja abençoado em o Nome do Senhor Jesus Cristo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário